segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Beeemm, as coisas andam a mudar, isso garanto-vos

Só vos digo uma coisa, isto de uma pessoa dizer à toa "ano novo, vida nova" sempre me soou uma grande aldrabice, mas este ano o ditado é verdade para mim.
Comecei o ano por ficar sem trabalho, com sérias incertezas para o meu futuro e eis que de repente  as coisas começaram a mudar sem eu sequer ter mexido uma palha para isso.

O Matildo chega ao pé de mim a dizer que possivelmente tem que ir para Lisboa durante 1 ano e eu pensava cá para mim "e pronto, já fui de vela". Estava completamente convencida que o rapaz não me diria para ir com ele, quanto mais se meter a viver com uma sociopata como eu. Mais depressa iria viver com a irmã, talvez me pedia para lá ir volta e meia e eu e a irmã a viver no mesmo espaço é coisa para dar merda eventualmente. Vocês sabem...mulheres...

Ontem a coisa mudou de figura completamente quando ele fez a pergunta que eu queria tanto ouvir: "Vens comigo?"
Eu disse-lhe que não dava para ficar na casa da irmã, iria dar merda algum dia e ele respondeu logo: "Arranjamos um lugar."

Opá...nem vos digo o que senti. Ao fim de 500 anos de namoro e depois de uma crise do caraças como muitos de vós sabem que passei, eis que o rapaz finalmente mostrou o que quer comigo.

Agora é só esperar...

13 comentários:

  1. cunhadas, cunhadinhas......gggggrrrrrr
    ser depressível no mundo...
    só mesmo a namorado do meu irmão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Placa Central, tu entendes-me...
      Aquilo tem dias.

      Eliminar
  2. Vens para o "Contenente" viver com o teu mais-que-tudo, é isso?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece que sim, Dora. Em princípio o "Contenente" irá receber uma sociopata madeirense.

      Eliminar
    2. Então boa sorte e vais notar que o dinheiro em Lisboa "é mais caro"! :)

      Eliminar
    3. Só com as rendas já comecei a me assustar...

      Eliminar
  3. Olha, já estive mais longe de te seguir o exemplo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nesta altura, até me agrada a mudança de ares. Vai ser mais difícil estar longe da família, mas vamos aguentar.

      Eliminar
    2. Só 2 horas de distância.

      No meu caso, tenho marido em Lisboa e resto da família aqui no calhau.

      Eliminar
    3. Opá...saudadinhas do marido que deves ter.
      Eu tenho aquela margem de que deve ser 1 ano, claro está que se a coisa correr muito bem pode ser que tenhamos que lá ficar mesmo, e isso irá me custar imenso. Viver numa ilha junto da família e passar para uma capital movimentada vai ser uma mudança muito radical.

      Eliminar
  4. Ás vezes é assim, quando menos se espera. Boa sorte! Que corra tudo bem. O mundo espera-te ;).

    ResponderEliminar
  5. Uma pessoa deixa de vir aqui uns dias e quando vem leva com uma novidade destas!
    É uma mudança grande, mas vais ver que vais gostar. ;)
    Boa sorte!

    ResponderEliminar

Diz-me aí uma bilhardice.