sexta-feira, 17 de maio de 2013

Matilde, a gaja que é simplesmente demasiado simpática e isso tem que mudar

Eu, prestadora de serviços a recibos verdes, a usufruir da minha santa horinha de almoço, a navegar pela internet enquanto coço a esquerda e a direita, quando a funcionária de recepção recebe um telefonema e diz: "Já vou, espera aí."
Olho para o relógio e vejo que ainda faltam 15 minutos para acabar a minha hora de almoço, a funcionária  agarra na carteira e diz: "Matilde, sei que ainda está na hora de almoço, mas tenho que ir à rua tomar um cafézinho."

E lá foi ao café, mesmo tendo acabado de regressar da hora de almoço à menos de 45 minutos e deixou-me responsável pelo serviço dela enquanto ainda estava na minha hora de almoço.



2 comentários:

  1. Siiiiiiiiiiiiiiiim! Como eu te percebo Matilde! Por diversas vezes já me tentaram fazer cenas dessas em todos os meus trabalhos o que vale é que eu gosto mesmo de mandar piçadas e digo-as logo ali. Jamé abdicar da minha hora de pausa!
    Tens de responder Matilde, para acabar com essa raça de oportunistas pá!

    ResponderEliminar

Diz-me aí uma bilhardice.